PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

TEM-TEM

TEMTEM SAMPAIO

                                    

           

           

 

           Nome completo: Anselmo Sampaio de Araujo

 

 

           

           Ano de nascimento: 1969

           

                          


O apelido "Temtem" surgiu na infância, colocado por seu avô e inspirado no nome de um pássaro originário do Pantanal, que adora cantar até de noite. "Como meu saudoso pai reunia-se com os parceiros para compor os sambas à noite, eu, com dois ou três anos de idade, ficava embaixo da mesa ouvindo e cantarolando o que eles faziam", se lembra o intérprete, filho do compositor Dinoel Sampaio, autor de sambas como "Lendas das Sereias - Rainha do Mar" (Império Serrano/1976) e "Há um Ponto de Luz na Imensidão" (Beija-Flor/1992).

A história de Temtem como intérprete começou aos 14 anos, compondo a equipe do Botequim do Império Serrano, sua escola do coração, apadrinhado pelo próprio pai. Também freqüentava a Em Cima da Hora, do bairro onde nasceu: Cavalcante. Em 1983, ainda com 14 anos, já era o intérprete do Bloco Carnavalesco Inocentes da Copa, hoje Inocentes de Belford Roxo. Integrou também o grupo de pagode Levanta Poeira, que tinha, entre os integrantes, o saudoso Jackson Martins da Caprichosos e o compositor mangueirense Gilson Bernini. O conjunto chegou a gravar um LP pela Continental antes de acabar. A amizade com Jackson perduraria de maneira aos dois defenderem um samba juntos na final das eliminatórias da Unidos da Ponte em 1994, quando a escola apresentaria o tema "Marrom da Cor do Samba".

Temtem continuou sua trajetória nas disputas de samba-enredo, sendo contratado pelos compositores para defender suas obras em escolas como Beija-Flor, Unidos da Tijuca, Imperio Serrano, Portela, Mangueira, Estacio de Sá, Grande Rio, Mocidade, Salgueiro e outras. Em 1998, a convite do compositor Humberto Carlos, Temtem foi defender um samba na única escola que nunca havia visitado: a Vila Isabel, que desfilaria na ocasião com o enredo "Lágrimas, Suor e Conquistas no Mundo em Transformação". "Daí veio o prazer de ser campeão defendendo um samba na quadra", orgulha-se Temtem.

Em 2001, retornou à Inocentes de Belford Roxo, já uma escola de samba, para estrear como intérprete oficial. Após o fraco desfile que resultou no rebaixamento da escola, Temtem deixou a Inocentes em 2002, também contrariado pela mudança da sede da agremiação de Belford Roxo para São João de Meriti (tornando-se assim Inocentes da Baixada). A partir de 2002, atuaria por vários anos no carro de som da Renascer de Jacarepaguá, auxiliando nomes como Antônio Carlos e Rogerinho, seu amigo de infância, que o auxiliou na Inocentes. Com a volta da Inocentes a Belford Roxo em 2005, Temtem retornou à agremiação, onde ficou até 2008.

No ano de 2006, a Inocentes homenageou seu pai Dinoel Sampaio, falecido em 2004, com a reedição do tema de 1976 do Império Serrano, "A Lenda das Sereias - Rainhas do Mar", cujo samba Dinoel é um dos autores. A emoção tomou conta de Temtem, tanto pelo fato da perda de seu pai ser recente como pela estréia de sua mãe nos desfiles. "Quando passou a penúltima ala e vi minha mãe cantando o samba segurando a emoção, não agüentei e caí em prantos. Mas faltava apenas três minutos e tive um time de intérpretes ao meu lado que, vendo a cena, se emocionou e buscou mais ar e alegria para terminar o desfile.", recorda-se.

E a família Sampaio continua provando que tem o samba no sangue, independente da geração. Seu filho Temtem Jr, para orgulho do pai, também segue carreira. E começou bem: ele defendeu um dos sambas campeões na Inocentes para 2007 (a escola fez a junção de dois hinos) e foi um dos autores do samba-enredo da escola de Belford Roxo para 2008. O herdeiro desde então vem construindo uma carreira sólida no Carnaval, assumindo o carro de som da Unidos de Bangu em 2019 e se transferindo pra Acadêmicos de Vigário Geral em 2020. Já o Tem-tem Pai voltou à folia, assumindo o carro de som da Acadêmicos do Morro de Natal-RN em 2018.

Depois de 11 anos residindo no Rio Grande do Norte, Temtem regressou ao Carnaval da Sapucaí e voltou à Inocentes de Belford Roxo, onde é o intérprete oficial ao lado de Pixulé desde 2020. Foi um dos responsáveis pela homenagem da agremiação à Rainha Marta, com quem trabalhou antes da melhor jogadora do mundo se consagrar. E ainda teve a honra de disputar um campeonato à parte com o filho no mesmo grupo, já que Temtem Jr foi titular do microfone da Vigário Geral na Série A.

Agradecimento especial ao próprio Temtem pelo envio das informações e das fotos, e sobretudo pela amável atenção despertada para com o SAMBARIO

 Início: Bloco Carnavalesco Inocentes da Copa, em 1983.
Primeiro ano como intérprete principal: Inocentes de Belford Roxo, em 2001.
2001 e 2002 - Inocentes de Belford Roxo (em 2001 cantor principal, em 2002 gravou o samba mas não desfilou)
2002 a 2007 - Renascer de Jacarepaguá (auxiliar de Antônio Carlos e Rogerinho)
2005 a 2008 - Inocentes de Belford Roxo (cantor principal)
2018 - Acadêmicos do Morro (Natal-RN)
Desde 2020 - Inocentes de Belford Roxo (cantor principal, junto com Pixulé)

GRITO DE GUERRA:
Aaaaaaai coração! És Inocentes de Belford Roxo? Então cantaaaaaaaaaaaaaa......

CACOS CARACTERÍSTICOS:
Costuma improvisar nos cacos. Utiliza constantemente "Chega brincando, bateria"

MAIS FOTOS DE TEMTEM


Tal pai, tal filho. Com Temtem Jr na Cidade do Samba


Pixulé, Reginaldo Gomes, Temtem Sampaio e Rodrigo Gomes no anúncio do novo time de cantores da Inocentes de Belford Roxo para 2020


A dupla com a Rainha Marta logo após o desfile em homenagem à craque







Cantando ao lado de Rogerinho Renascer, seu auxiliar na Inocentes

Voltar à seção Intérpretes