PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

SERENO DE CAMPO GRANDE

SERENO DE CAMPO GRANDE

FUNDAÇÃO  12/02/1996
CORES  Azul e Branco
QUADRA  Av. Dom Sebastião, s/n
Vila São João, Campo Grande
Telefone: 2415-4554
Fax: 2413-2438
BARRACÃO  Estrada da Capoeira, 542
Campo Grande
SÍMBOLO Coruja

RESULTADOS - SAMBAS-ENREDO

HISTÓRICO

Escola que desde 2002 vem obtendo rápida ascensão. Em apenas cinco carnavais, teve três acessos, com direito a estréia na Marquês de Sapucaí em 2007 no Grupo B, onde conseguiu permanecer com a décima colocação obtida. No carnaval seguinte, melhorou com a oitava posição e em 2009, a ascensão continuou com o sexto lugar. O terceiro lugar empatado com a Curicica em 2010 é o melhor resultado da história da Coruja. Acabou rebaixado em 2013 na Série A, depois de sete carnavais consecutivos na Sapucaí. Em 2015, desceu para o Grupo C, onde se encontra até hoje. O intérprete Antônio Carlos, presente na Sereno de 2006 a 2013, é um dos grandes nomes da história da escola.

RESULTADOS DA ESCOLA

1984 - 2ª no Grupo 2B
Axé dos Orixás

1985 - 12ª no Grupo 2A
Haja Coração

1986 - 8ª no Grupo 2B
Uma Festa para Seis

1987 - 11ª no Grupo 4
Jovelina Pérola Negra

1998 - no Grupo
Vi o Samba Passar no Jardim de Burle Marx
Renato Carvalho

1999 - 2ª no Grupo E
Elza Soares, Nega Mil para o Ano 2000

2000 - 5ª no Grupo D
Adelino Moreira, um Boêmio nos 500 anos do Brasil
Lucas Pinto

2001 - 12ª no Grupo D
O Mundo Mágico do Circo
Nélson Pereira

2002 - 1ª no Grupo E
Mitos, Ritos e Danças... Bahia Terra da Esperança
Gil Pinto

2003 - 6ª no Grupo D
Das Ruas aos Salões... Recordar é Viver!
Giovani Pinto

2004 - 7ª no Grupo D
Da Cana-caiana à Purinha...
Comissão de Carnaval

2005 - 2ª no Grupo D
Uma estrela imortal - Clara Nunes
Wagner Silva

2006 - 2ª no Grupo C
Do Oiapoque ao Chuí, o Sereno é todo Brasil
Wagner Silva

2007 - 10ª no Grupo B
É carnaval! A Coruja manda avisar.... Deu Águia, viva a Portela!
Amarildo de Mello

2008 - 8ª no Grupo B
Na Festa do Carnaval, o Sereno mostra a Brasilidade de um Povo Multicultural
Rodrigo Mello e Adilson Pinto

2009 - 6ª no Grupo B
Eu fiz tudo pra você não esquecer de mim. "Ta-hí" - Cem anos de Carmem Miranda
Rodrigo Mello, Adilson Pinto e Amarildo de Mello

2010 - 3ª no Grupo B
Abracadabra... O Circo Sereno Chegou
Pedro Marques e Luiz Oliveira

2011 - 5ª no Grupo B
Sereno... A essência do carnaval
Adilson Pinto, Rodrigo Mello e Marco Antônio

2012 - 4ª no Grupo B
Mistérios e magia no Sereno da noite
Thiago Avhis

2013 - 17ª no Grupo A
Na busca da paz, equilíbrio e harmonia. Bem aventurados sejam os que ouvem a voz de Deus!
Amarildo de Mello

2014 - 6ª no Grupo B
Bahia: negra alquimia do Brasil
Wagner Araújo

2015 - 14ª no Grupo B
De azul e branco a Coruja pinta o sete na Avenida!
Amauri Santos e Eduardo Pinho

2016 - 6ª no Grupo C
É fofoca, é fuxico: a Coruja abre o bico!
André Miranda, Flavio Ribeiro e Wagner Araujo

2017 - 7ª no Grupo C
Com muito calor humano, o Sereno é suburbano!
Wagner Araújo e André Miranda

SAMBAS-ENREDO

2006

Enredo: Do Oiapoque ao Chuí, o Sereno é o Brasil
Autores: Bola, Galego, Claudio Carioca, Rodney e Crispim

Vou exaltar
As maravilhas do gigante que é o Brasil
Densas matas verdejantes
Solo fértil e encantos mil
Tudo que se planta dá
Alimenta o teu filho mãe gentil

Grandes manifestações
Do lundu, danças tribais
Festas do folclore brasileiro (bis)
Com amor no coração
Campo Grande pede a paz
Para esse povo hospitaleiro

Surgiu essa linda cultura
Fruto da miscigenação
De brancos, negros e índios
Com fé em crença e religião
Oh, meu Brasil
Como és rico em fauna, flora e minerais
A culinária do nosso torrão
É arte na exportação
Ginga mulata, tem samba no pé
Meu futebol só da olé

É carnaval, sou tupiniquim
Do Oiapoque ao Chuí (bis)
O Sereno é Brasil (e vai assim)
Rumo a Sapucaí

2007

Enredo: É Carnaval! A Coruja manda Avisar. Deu Águia... viva a Portela!
Autores: Nézio, Gurá, Eli Penteado, Cosme e Antônio Carlos

Chegou na passarela
Linda coruja que vai nos guiar
Com a águia da Portela
Tantas conquistas pra mostrar
De Madureira para o mundo
O azul e branco enfeitiçou
Sua majestade sempre floresceu
Rogando aos Orixás que a protegeu

Oraniah, Oxossi e Oxum
Abençoaram (bis)
Bateu tambor, o surdo marcou
E clarões anunciaram

Lá! Foi lá na sombra do arvoredo
Onde as sementes germinaram
Fazendo brotar no coração
Brilhantes
Como Paulo da Portela
Clara Nunes e Natal em aquarela
Campeões
Oh, minha coruja vem pousar
E nesse ninho encantar
O brilho da constelação
Nesta festa popular

No Sereno, a Portela fica tão feliz
Abram alas minha gente, vou cantar sua raiz (bis)
Desagüando neste rio pra corrente me levar
Venho matar a saudade, hoje não vou terminar

2008

Enredo: Na Festa do Carnaval, o Sereno mostra a Brasilidade de um Povo Multicultural
Compositores: Zé Luiz, Claudio Brow, Célio Silva e Junior Carioca

Meus versos Brasil
Contam sua linda história
Que beleza, fauna e flora
Um sonho, eldorado de paz
O índio seu lirismo deleitou
Vieram brancos trazendo africanos
E um novo fruto germinou

O amor gerou nossa gente com raça
Abençoada essa mistura, de graças (bis)
Que fascinação
Sereno canta nossa miscigenação

Aí... Coloriu o torrão
A cada canto... Região
Quanta riqueza cultural
Na fé sincretismo perfeito
Harmonizou nosso jeito
Belas festas tradicionais
Eu danço frevo, congada e xaxado
Forró arretado
Quadrilha encanta os arraiais
Maracatu, capoeira, bailado
Garantido e Caprichoso a brilhar
Tempero bom, o cheiro está no ar
Da boa culinária, vem provar

É show de bola
É grito de olé
Sereno é samba no pé (bis)
Orgulho dessa pátria mãe gentil
"O gigante chamado Brasil"

2009

Enredo: Eu fiz tudo pra você não esquecer de mim -“Ta-hí” 100 anos de Carmem Miranda
Compositores: Zé Luiz, Junior Carioca, Célio Silva, Claudio Brow, Jhonjhon, Sérgio Alan, Victor Alves, Antônio Carlos e Tiziu

Pra ela eu canto assim
Sonhos de estrela não tem fim
Encantou meu coração
Nas ondas da comunicação
E no calor da batucada
A “Pequena Notável” chegou
Iluminada pelo Bando da Lua
Seu reinado conquistou

No balancê, balancê
"Ta-hí" o samba para não te esquecer (bis)
Carmen Miranda" é imortal
Seu centenário é meu carnaval

Talento na sétima arte
Sucesso em todas as partes
No luxo dos cassinos deslumbrou
E vai na ginga brasileira
Além das fronteiras, consagrar o seu valor
Que canta e dança, sacode, balança
Uma explosão de amor
Com energia e vibração
Tropicalismo tem a sua inspiração
Aplausos delirantes dos seus fãs
Divina musa dos balangadãs

Serenou na passarela
Sapucaí é o templo do samba (bis)
Abram alas, lá vem ela
Alô, alô “Ta-hí” Carmem Miranda

2010

Enredo: Abracadabra... o circo Sereno chegou!
Autores: Sérgio Alan, Victor Alves, Júlia Alan e Leozinho Nunes

É milenar
A arte que encanta o mundo inteiro
A magia agora é transformar
Essa passarela em picadeiro
Relatos da origem nos remetem para China
O artista talentoso, o monarca deslumbrou
Força, habilidade, equilíbrio e piruetas
Assim a nossa história começou

Em Roma o criativo imperador
Com "pão e circo" aquela crise disfarçou (bis)
Duelos geniais no coliseu
Fazendo o rei cair nas graças do plebeu

Enfraquecido na Europa medieval
Surge um jeito novo de alegrar
Pelas ruas saltimbancos divertindo o povo
E na corte, quem faz graça é o "bobo"
O espetáculo insiste em continuar
A lona cobriu, nasceu o lugar
Pipoca, algodão-doce e pirulito
A criançada deslumbrada é tão bonito
Trapezista, mágico... cadê o domador?
Abracadabra, pra vocês o nosso show

O circo Sereno chegou "o"
Trazendo alegria e diversão (bis)
Com todo respeito, nossa "palhaçada"
Vai encantar seu coração

2011

Enredo: Sereno... A Essência do Carnaval
Autores: Sergio Alan, Victor Alves, Julia Alan, Leozinho Nunes e Antonio Lopes

Meu aroma está no ar
Lá no Egito fui o toque de frescor
Cleópatra esbanjando sedução
Dois homens poderosos conquistou
Me expandi pelo Oriente
Em diversas formas me apresentei
Na Babilônia me tornei essencial
Pra conter a fúria de deus Ball
Até rei Salomão encontraria
Um bálsamo nos braços da Rainha

Fumaça, "perfume", Império Romano
O Hindu sagrado e o profano (bis)
Arábia me deu o aroma pessoal
Na Idade Média fui medicinal

Europa, repressão, valorização 
Pela alquimia a arte aflora
Nos Bailes da Corte sempre fui atração
A perfumaria entrou na moda
A nobreza do Brasil traz o "cheiro" importado
Banho e defumação afastando o mau olhado
A lavagem do Bonfim nas "águas de Oxalá"
O amor da Colombina, quem terá?
O "pulmão do mundo" precisa respirar
Que o real "dono da terra"...
Nos ensine a preservar

O rufar da bateria tem cheiro de samba
Meu batuque contagia... (bis)
O melhor perfume ocupa um frasco pequeno
Essência do Carnaval... Sereno!

2012

Enredo: Mistérios e Magia no Sereno da Noite
Compositores: Darc, Dudu, Glaucio, Serjão e Deo

Que seja infinita essa noite
A luz da lua
Ilumine meu sonhar
Brilham estrelas
Enfeitando essa magia
A linda obra de um deus, faz encantar
E assim eu vou
Seguindo os passos
Da coruja que hoje brilha
Vem dos mistérios o pavor que arrepia
E me faz delirar

Vou festejar
Seja no luxo ou na roça, é pra curtir (bis)
Acendo fogos, vou brindar, comemorar
Chega o Natal tempo de paz e refletir

Diversões
Embalam nossos sentimentos
Bares, ruas e salões
Estilos, que arrastam multidões
Povo guerreiro, vendendo alegria
Faz da boemia o seu caminhar
Antes que chegue o amanhã, eu vou
Ouvir nossa gente cantar

Bate forte coração é carnaval
Fiz da noite poesias num tom divinal
(bis)
Quanta emoção, felicidade
Tô no Sereno, é paixão comunidade

2013

Enredo: Na busca da paz, equilíbrio e harmonia. Bem aventurados sejam os que ouvem a voz de Deus!
Compositores: Dudu Sereno, Fabinho Rodrigues, Laerte Neves, Igor Bazilio, Gláucio Oliveira e Antônio Carlos

Sagrada fonte de inspiração
A divina luz da vida, perfeição...
Sublime criação, a natureza
Quanta beleza!
Mistério a desvendar, fez despertar...
“E a palavra se tornou razão...”
Mas o homem sem respeitar
Semeou ambição
Visando riqueza e progresso
Causou tanta destruição
O lema é superar, cantando em oração

Senhor ilumine a nossa missão
Trazendo esperança ao coração (bis)
Um novo tempo chegou pra ficar
Cuidar do planeta e a vida salvar

Vamos resgatar dignidade
Conquistando harmonia e igualdade
Pra tudo que é bom se realizar
A humanidade segue em frente a lutar
O homem consciente ao ouvir a voz de Deus
Recria o mundo de onde um dia se perdeu
Faz do Carnaval a sua forma de expressar
Pro sonho acontecer com alegria
Basta acreditar!

Sereno chegou na passarela
Exemplo de amor... a paz hoje impera! (bis)
A felicidade vejo florescer
“É voz que ecoa e nos guia a vencer”

2015

Enredo: De azul e branco a Coruja pinta o sete na Avenida!
Compositores: Riva, Fabinho Rodrigues, Glaucio Oliveira, Dudu Sereno e Gomes 

Amanheceu!
O sete toma conta da Avenida
Multiplica essa vontade de vencer
Mistérios e segredos da vida
Mostra o criador do seu poder
Com solidez, moldando dia a dia
Assim se fez...
No céu o arco-íris, elo de esperança
Do homem as maravilhas, hoje são fantasias
Encantam o meu carnaval

Desenha na imaginação
Contos que marcaram a infância (bis)
Um mundo de fascinação
Faz voltar a ser criança

Ouvindo uma linda canção no ar
"Tocam" as notas em meu coração
Na lida dedicação, fim de semana, diversão
Devoção, pra quem tem fé
A alegria faz contagiar
Asfalto de vez a nostalgia
Esse "bicho" nunca vai me assustar

Vou explodir de emoção (eu vou)
O azul e branco é paixão
(bis)
Comunidade, "somos manchete"
A coruja vem pintando o sete

2017

Enredo: Com muito calor humano, o Sereno é suburbano!
Compositores: Zé Glória, Jaci Campo Grande, Galego, Sérgio Alan, Gláucio Oliveira, Fernando Moreira, Marcelinho do Cavaco, Rodney, Maurinho da Júlio, Reinaldo Chevette, Filhinho Jr, Dudu Sereno, Solano Santos, Denílson Rosário e Carlinhos Piloto

Viajo no expresso da emoção
Na bagagem… O sentimento
De um simples cidadão
No vai e vem da cidade
O sufoco é realidade, em cada estação
O cenário vai mudando de repente
Encantando nossa gente que não para de sonhar
Tem energia no ar
O sorriso da criança
Renovando a esperança

Chega mais, chega mais… Pode escolher
O produto é de primeira, quem vai querer?
(bis)
É promoção! Pague um leva dois
Tá sem dinheiro? Anota pra depois

A fé faz fortalecer
És um guerreiro, está na luta pra vencer
Salve os Orixás, e desejar
Mais saúde, educação e paz
Tem arraiá! Na avenida festejar
Balada, pago-funk e os bambas
Prosperando as escolas de samba

Sereno, vem exaltar sua raiz
O azul e branco é paixão, calor humano (bis)
Com orgulho, sou suburbano