PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

RONALDO YLLÊ

RONALDO YLLÊ

      

     

    

 

        Nome Completo: ???

 

 

 

        Ano de nascimento: 1962

     

                                                                     

   
          Ronaldo Yllê era praticamente um desconhecido no mundo do samba até que, às vésperas do carnaval de 2004, foi promovido a intérprete oficial da Imperatriz Leopoldinense, com a demissão do então primeiro puxador David do Pandeiro.

O apelido "Yllê" é oriundo da década de 80, quando Ronaldo cantava em blocos afro, no Rio de Janeiro, em plena época da explosão do Olodum e do Ilê-Aye. Aliás, o Ilê Ayê foi a inspiração para o apelido. Para quem não sabe, "ilê" signfica "casa de nação". A história desse militar e músico no mundo do samba começou no final da década de 80, quando era estudante de Educação Física e a caminho da faculdade passava pela quadra da Imperatriz. Não foram poucas as vezes que o jovem Ronaldo cabulava a aula para assistir às rodas de samba na verde e branco do bairro de Ramos. Logo em seguida começou a freqüentar os ensaios e se interessou pela parte musical da função. Em 1990, já era cantor de apoio do grupo que acompanhava Dominguinhos do Estácio, na época puxador da Imperatriz. Ronaldo Yllê ficou 13 anos aguardando disciplinadamente uma oportunidade, após ter sido apoio de nomes consagrados como Dominguinhos, Preto Jóia, Paulinho Mocidade e David do Pandeiro.

Sua primeira oportunidade como primeiro intérprete na Marquês de Sapucaí ocorreu em 2001. Teve a felicidade em conduzir o belo “Orun-Ayê”, da Boi da Ilha do Governador, no Grupo de Acesso. Os autores do hino, Aloísio Villar, Clodoaldo Silva, Paulo Travassos e Silvana da Ilha conquistaram o Estandarte de Ouro de melhor samba, prêmio concedido pelo júri especializado em carnaval do jornal O Globo.

Em 2005 e 2006, Ronaldo Yllê gravou o samba da escola no CD do Grupo Especial e liderou o carro de som na Imperatriz. Em 2007, com o retorno de Preto Jóia, Ronaldo se transferiu para a Acadêmicos da Rocinha. Desde 2008, defende a União do Parque Curicica. Muito disciplinado, leva a função com muita seriedade, conduz o samba com correção, boa voz e sendo contido nos cacos de empolgação. Como curiosidade, Ronaldo também é professor de natação da carnavalesca Rosa Magalhães.

 
Início: Imperatriz Leopoldinense (final da década de 80)

Primeiro ano como intérprete oficial: 2001

1990 a 2003 - Imperatriz Leopoldinense (cantor de apoio - nesse período integrou as equipes de Dominguinhos do Estácio, Preto Jóia, Paulinho Mocidade e David do Pandeiro)

2001 - Boi da Ilha do Governador

2004 a 2006 - Imperatriz (intérprete principal)

2007 - Rocinha 

2009 - Porto da Pedra (apoio de Luizinho Andanças)

Desde 2008 - União do Parque Curicica


GRITO DE GUERRA: “Alô, Imperatriz... Cooooooração verde e branco. Vamos nessa!” 

CACOS DE EMPOLGAÇÃO:vamos lá, minha escola”; “bonito, harmonia”; “vamos lá, minha bateria”, “tá direito”, “alô, meu presidente”.

SAMBA DE SUA AUTORIA: "Brazil S/A... É a Pátria que nos Pariu" (Curicica/2007, com Ribeiro, Pedro Miguel, Leandro Thomaz e Maneco)

MAIS FOTOS DE RONALDO YLLÊ