PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

RENÊ SOBRAL

RENÊ SOBRAL

      

   

     Nome completo: Rene de Lima Sobral

    

       

     Ano de nascimento: 1977

     

                                                                    

René tem sido o principal nome da escola de samba paulistana Tom Maior. Com uma voz forte, e ao mesmo tempo melódica, Renê vem ganhando cada vez mais espaço no meio do samba, chamando a atenção de sambistas do Brasil inteiro. Sambista a “moda antiga”, costuma sempre estar com o seu chapéu.

René começou em rodas de samba, quando era jovem. Foi idealizador do grupo “Pagode de Bamba”, pelo qual participou de alguns festivais. Quando tinha 24 anos, saiu como interprete no carro de som da Barroca Zona Sul. No ano seguinte, foi convidado por Daniel Collête para participar do time de canto da Mocidade Alegre. Participou pela escola do Bairro do Limão do samba-enredo sobre o leite.

Suas participações na “Morada do Samba” e na Barroca, chamaram a atenção da tradicionalíssima alvinegra do Bexiga, a Vai-Vai. Em 2003, foi a aposta da escola, atuando como interprete oficial. Conduziu muito bem o samba, mas logo após o carnaval, Renê saiu da Saracura para fazer parte do projeto da Tom Maior.

No ano em que chegou na escola do Sumaré, Sobral já conquistou o vice-campeonato do grupo de Acesso, ganhando assim, o direito de desfilar no Grupo Especial após cinco anos da ultima passagem da escola pela elite. Desde então, o interprete defendeu as cores vermelho e dourado da agremiação até depois do Carnaval 2016, quando comunicou sua saída da agremiação para acertar com a Dragões da Real.

Em 2006, venceu o principal premio do carnaval paulistano, o “Troféu Nota 10” do Diário de São Paulo. Renê também é bastante requisitado para defender sambas nas eliminatórias, sendo muito comum ver a voz do puxador nos sambas de compositores de varias escolas.

O interprete também possui uma carreira paralela ao carnaval, sendo a voz do próprio projeto, o “Terreirão do Sobral”.

INICIO: Na Barroca Zona Sul, em 2001.
De 2001 a 2002 – Barroca Zona Sul
2002 – Mocidade Alegre (apoio de Daniel Collête)
2003 – Vai-Vai (intérprete oficial)
2004 a 2016 – Tom Maior
Desde 2017 - Dragões da Real

GRITO DE GUERRA: Alô comunidade vermelho e amarelo... Beleza, beleza, beleza! Caaaaanta Tom Maior! 

CACOS CARACTERISTICOS: Renê geralmente usa um interprete para fazer cacos no carro de som. Normalmente, utiliza a primeira palavra do verso seguinte, assim como a maioria dos puxadores. 

TROFEU NOTA 10: 1 (2006)

MAIS FOTOS DE RENÊ SOBRAL


Cantando no “Bar Favela”, na Vila Olímpia, em São Paulo. 


Puxando o samba no ultimo ensaio técnico da Tom Maior para o carnaval de 2009.


Participando do programa “Comunidades”, da JustTv.

 
Na “Virada Cultural” em São Paulo.