PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

MOCIDADE PAULISTANA

MOCIDADE PAULISTANA

PRESIDENTE Denis Rafael
CARNAVALESCO Denis Rafael
INTÉRPRETE Denis Rafael
CORES  Sete Cores do Arco Iris
FUNDAÇÃO 12/07/2016
CIDADE-SEDE São Paulo – SP
SÍMBOLO Casal de Malandro e Passista

Em seu primeiro ano no Carnaval Virtual da LIESV, conseguiu um acesso ao Grupo A com o quinto lugar no B em 2017. Tem como maior curiosidade suas cores formadas pelas sete do arco-íris.

Ano

Enredo

Colocação

2018 A Mocidade Pintando o Sete -º (A)
2017 Além da Imaginação, um Descolorirá 5º (B)

SINOPSE ENREDO 2018


A Mocidade Pintando o Sete

Sinopse:

A luz mágica do carnaval reluz no Pavilhão da Mocidade Paulistana que mergulha no mundo de ilusões onde a numerologia é a grande inspiração, hoje aqui revela seus grandes mistérios, símbolo considerado como perfeição na religião, curiosos fatos e historias, o número consagrado poderoso nas magias, transmitindo diversão, e regado de superstições como primeira a desfilar na frente de sete escolas do grupo de acesso (a) do carnaval virtual da LIESV com todo respeito apresentamos:

“A Mocidade Pintando o Sete” .

Desenvolvimento do enredo.

O Deus pai o criador de todas as coisas revela sua beleza divinal nesse carnaval tu que tudo criou e no “sétimo” dia descansou confirma que o “sete” tem grande valor, pois foi la na numerologia que ele se consagrou, o “sete” como número da perfeição passa transformar a história que se inicia, um ato curioso bem a frente na arca de Noé vamos conhecer que fielmente cumpriu sua missão ganhando um pacto de aliança com o criador, após cada tempestade sobre as nuvens surgirá a bonança de uma aliança com “sete cores” não acaba por aí não, um grande mistério rodeia o arco-íris, quem poderá nos dizer onde ele começa? onde ele acaba? Quem será aquele que o alcançará o final e fartamente bem sucedido viverá, reza a lenda que lá no fundo do arco íris existe uma cidade de ouro, protegida está por um grandioso portal mágico quem adentra na cidade, não volta pra contar ali são duendes que governa e zelam para que ninguém possa alcançar tamanha riqueza.

Por outro lado da história uma grande serpente o orixá “oxumare” nesse caso será bem difícil alcançar essa divindade.

E ultrapassar sua maravilhas.

Que difícil será o mistério ainda não foi desvendado não custa tentar seguir outra direção rumo ao caminho da da redenção encarar os “setes pecados” mais de forma inusitada não pecar, pois é só assim alcançará o reino do céu, hoje é carnaval proibir o proibido jamais deixe de brincar, venha com a paulistana ser feliz.

Na realidade desses fatos gostoso é voltar a ser criança sem medo de errar pintando o “sete” eu vou um mundo encantado brincar, embarcando nessa diversão cantarolando as “sete” notas musicais.

Jogando os “sete” erros girando e brincando com os “setes”anões da branca de neve, No jogos de cartas encontrar o número “sete” que seja de coração.

Carrego comigo o meu patoá se o espelho quebrar são “sete” anos de azar, cruzes para limpar o corpo e purificar a alma pulo “sete” ondas quem me dera ter a sorte de um gato “sete” vidas pra dar e vender.

Quanto mais longe dos “setes” palmos da terra ficar melhor será, aproveita a vida conhecer as “sete” maravilhas do mundo .

“Sete” escolas temos que respeitar afinal cada uma tem seu brilho seu talento e ele vamos exaltar, somos a primeira a cruzar a linha amarela em poucos minutos de ilusão somos quem quisermos ser vencer é o foco brincar é a lei que não deve ser violada.

Por fim celebrar na paulistana o orgulho de ser a mais multicor de todas.

Pedindo respeito e cumprindo a missão
De respeito igualdade amor paz esperança
Uma grande parada ao arco íris do amor.

Fim.

Autor: Denis Rafael