PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

DIEGO NICOLAU

DIEGO NICOLAU

                

 

 

 

        Nome completo: Diego Pereira Nicolau de Oliveira

 

 

 

      Ano de nascimento: 1982

     
       

Diego Nicolau iniciou como cantor ao mesmo tempo que como compositor, em meados de 2003, defendendo seu samba concorrente na Acadêmicos do Cubango, ainda despretensiosamente. No fim de 2005, ao vencer o primeiro samba nesta mesma agremiação, o cantor oficial Tiãozinho Cruz convidou Nicolau para compor sua equipe de cantores de apoio, estreando na avenida portanto em 2006.

Nicolau permaneceu na Cubango de 2006 a 2010, ou seja cinco carnavais. Em 2009, cantou também na Estácio de Sá como apoio do Serginho do Porto, além de fazer a estreia como cantor oficial no Carnaval de Uruguaiana, pela Deu Chucha na Zebra, onde permanece pelo terceiro ano seguido para o carnaval de 2011.

Em 2010, além da Cubango, foi intérprete oficial pela primeira vez no carnaval carioca na União de Jacarepaguá, junto com o cantor Tiganá. "Foi um trabalho tranquilo que culminou num bom desfile", relembra Nicolau. Em 2008, foi cantor de apoio da Mocidade Independente puxada por Bruno Ribas.

Em 2011, Diego Nicolau estreou como cantor oficial da Viradouro, dividindo o microfone oficial com Leléu, Gilberto Gomes e Niu Souza. "Será minha estreia no Grupo de Acesso A, e mais que isso, numa escola de ponta, estruturada, de grandiosa torcida e talvez a mais esperada da noite, mas estou confiante, focado e pronto para o desafio junto com meus companheiros", relatou, antes da estreia na vermelho-e-branco de Niterói, onde ganharia um samba-enredo pela primeira vez em 2012. O mesmo ocorreu na Mocidade, onde também obteve a primeira vitória para o Carnaval de 2012. Após três anos na Viradouro, se transferiu para a Renascer de Jacarepaguá, onde dividiu o microfone com Evandro Malandro de 2014 a 2017. A partir de 2018, comandará sozinho o carro de som da Renascer. No Carnaval de Vitória, desde 2009 compõe os sambas da Mocidade Unida da Glória, a MUG. Em 2017, integrou o carro de som da Tuiuti no Especial, como apoio de Wantuir, e em 2018 estará no Salgueiro auxiliando Leonardo Bessa, Hudson Luiz e Tuninho Júnior.

OBS: Dados e fotos enviados pelo próprio Diego Nicolau

INÍCIO: Cubango, como compositor em 2003
2006 - Cubango (apoio)
2007 - Cubango (apoio)
2008 - Cubango e Mocidade (apoio)
2008 a 2010 - União Vermelho e Branco (Carnaval Virtual - Virtuafolia)
2009 - Deu Chucha Na Zebra (oficial), Cubango e Estácio (apoio)
2010 - Deu Chucha Na Zebra (oficial), Cubango (apoio) e União de Jacarepaguá (oficial)
2011 - Deu Chucha Na Zebra e Viradouro (oficial)
2012 - Viradouro (oficial) e MUG (oficial)
2013 - Viradouro (oficial)
Desde 2014 - Renascer de Jacarepaguá (oficial, junto com Evandro Malandro até 2017 e solo a partir de 2018)
2014 a 2016 - Ponte Aérea (Carnaval Virtual - LIESV)
Desde 2015 - Império Serrano (Uruguaiana-RS)
2017 - Tuiuti (apoio de Wantuir)
2018 - Salgueiro (apoio de Leonardo Bessa, Hudson Luiz e Tuninho Júnior)

GRITO DE GUERRA: "De (Local da Agremiação) para o mundo.. Brilha, briiiilha (Agremiação)"

GRITOS DE EMPOLGAÇÃO: "Vem, vem, vem", "Siim", "Ooooba", "É agora, é agora",  Que swing, tira onda bateria", etc.

SAMBAS DE SUA AUTORIA: 

2006 - Acadêmicos do Cubango

2008 - Acadêmicos do Cubango (Estandarte de Ouro, Sambanet, Manchete, Andarilho do Samba)
 
2009 - Mocidade Unida da Glória - Mug (Vila Velha - Es), Acadêmicos do Campo do Galvão (Guaratinguetá - Sp) e Deu Chucha na Zebra (Uruguaiana - RS) (Estandarte), Acadêmicos de Venda Nova (Belo Horizonte - MG), Unidos da Vila Paranoá (Brasília - Df), Mocidade Alegre do Pedregulho (Guaratinguetá - SP).
 
2010 - Acadêmicos do Cubango, Mocidade Unida da Glória - Mug (Vila Velha - ES), Deu Chucha na Zebra (Uruguaiana - RS), Império do Sol (Porto Alegre - RS), Aruc (Brasília - DF), Unidos da Vila Paranoá (Brasília - DF), Mocidade do Gama (Brasília - DF).
 
2011 - Deu Chucha na Zebra (Uruguaiana - RS), Unidos da Coloninha (Florianópolis - SC), Acadêmicos do Negão (Uruguaiana - RS), Império do Sol (Porto Alegre - RS), União da Vila do Iapi (Porto Alegre - RS), Aruc (Brasília - DF), Mocidade do Gama (Brasília - DF), Unidos da Vila Paranoá (Brasília - DF), Mocidade Unida da Glória - Mug (Vila Velha - ES), União da Engenhoca (Niterói - RJ).

2012 - Mocidade Independente de Padre Miguel, Unidos do Viradouro e Mocidade Unida da Glória (ES)

2013 - Acadêmicos do Gravataí (Porto Alegre-RS) e Mocidade Unida da Glória (ES)

2014 - Mocidade e Mocidade Unida da Glória (ES)

2015 - Bambas da Orgia (Porto Alegre-RS), Mocidade Unida da Glória (ES) e Unidos da Ponte

2016 - Cubango, Vila Maria (Sâo Paulo-SP),
Mocidade Unida da Glória (ES)

2017 - Renascer, Abolição, Viradouro, Unidos de Bangu,
Mocidade Unida da Glória e Imperatriz do Forte (ES), Cova da Onça (Uruguaiana) e Imperadores do Samba (Porto Alegre)

2018 - Renascer, Unidos de Bangu, Vila Maria e Tucuruvi.
 
Virtuais - Corações Unidos (2008, 2009 e 2010), União Vermelho e Branco (2007, 2008, 2009 e 2010), Brilho de Fogo (2010), Império da Zona Norte (2010)

MAIS FOTOS DE DIEGO NICOLAU

Nicolau entre Leléu e Niu Souza, ensaiando na Viradouro para o Carnaval 2012

Com Evandro Malandro, com quem cantou na Renascer por quatro carnavais

Voltar à seção Intérpretes