PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

LEONARDO BESSA

LEONARDO BESSA

      

     

       

        Nome Completo: Leonardo Rodrigues Bessa

'

        Ano de nascimento: 1977

      

                                                                 

   
         Leonardo Bessa nasceu em berço de ouro musical. É filho do cantor, compositor, arranjador e maestro Reginaldo Bessa. A carreira de Leonardo no carnaval começou na década de 80, com a escola de samba mirim Alegria da Passarela, onde usava o pseudônimo Leonardo Alegria. Em 1989, se transferiu para a recém-fundada Aprendizes do Salgueiro. Lá, o garoto foi o primeiro carnavalesco, puxador e compositor da escola.

Paralelamente ao carnaval, Leonardo especializava-se na música e acabou trilhando os mesmos caminhos do pai, como cantor, compositor, multiinstrumentista, arranjador e produtor. Também acompanhou Reginaldo Bessa em shows e apresentações.

No carnaval, antes de ser intérprete, desempenhou a função de cavaquinista em diversas escolas, entre as quais o Salgueiro e a São Clemente. Desde o carnaval de 2002, Leonardo atua como cantor de apoio no carro de som da escola da Zona Sul carioca. Também já levou sambas de autoria para a avenida. Logo depois do carnaval de 2003, foi contratado para puxar o samba do Arranco do Engenho de Dentro no desfile de 2004.

Leonardo Bessa tem atuação destacada como produtor musical e esteve à frente na concepção e na gravação dos CDs do Grupo B e, desde 1998, do Grupo A da Associação das Escolas de Samba do Rio de Janeiro. Em 2004, Leonardo trabalhou bastante: foi cantor oficial do Arranco, no Grupo B, atuou como segundo intérprete na São Clemente, pelo Grupo Especial, e ainda ganhou a disputa do samba na Lins Imperial, que desfilou no Grupo A, além de ter produzido os CD'S dos grupos A e B. Permaneceu no Arranco até 2005. Defendeu a São Clemente de 2006 a 2009, deixando a escola após gravar o samba-enredo de 2010 para o disco. Também compôs o carro de som da Caprichosos em 2006 e defendeu a Ilha do Marduque em Uruguaiana-RS (conquistando o título do carnaval uruguaianense em 2009), além de integrar o carro de som do Salgueiro desde 2009. Em 2010, fez parte do carro de som da Estácio de Sá. A partir de 2011, foi efetivado como intérprete oficial do Salgueiro, ao lado de nomes como Quinho, Serginho do Porto e, mais recentemente, Hudson Luiz e Tuninho Júnior. Desde 2016, defende a Cohab Santa Rita no carnaval fora-de-época de Guaíba-RS. 

Produziu o álbum duplo dos Acessos A e B de 2006 a 2008. Em 2009, produziu o disco do Grupo B em parceria com Chico Frota. Desde 2010 (com exceção de 2016) é o responsável pelos CD's do Grupo A, tendo realizado trabalhos elogiados para os álbuns de 2015 e 2017. Também produz desde 2007 o CD da Liga Independente das Escolas de Samba Virtuais (LIESV).

 
Início: escolas de samba mirins Alegria da Passarela e Aprendizes do Salgueiro, na década de 80.

Primeiro ano como intérprete oficial: 2004, no Arranco do Engenho de Dentro

De 2002 a 2004 - São Clemente (apoio)

2004 e 2005 - Arranco

2006 a 2009 - São Clemente (gravou o samba de 2010 para o CD)

2006 - Caprichosos (apoio de Clóvis Pê e Zé Paulo)

2007 e de 2009 a 2011 - Rainha Negra (LIESV)

2008 - Altaneiros do Samba e Princesa da Zona Norte (LIESV)

2008 a 2010 - Ilha do Marduque (Uruguaiana-RS)

Desde 2009 - Salgueiro (apoio de Quinho e oficial desde 2011, juntamente com Quinho e Serginho do Porto, e com Hudson Luiz e Tuninho Júnior a partir de 2018)

2010 - Estácio (apoio de Serginho do Porto)

2010 e 2012 - Região Oceânica (Niterói-RJ)

2011 - Imperatriz Praça Nova (Alegrete-RS)

2011 - Apoteose do Samba (Uruguaiana-RS)

2012 - Deu Chucha na Zebra (Uruguaiana-RS)

2012 - Balaku Blaku (Manaus-AM)

2012 - Bohemios Samba Club e Sereno de Cachoeiro (LIESV)

2013 - Imperatriz Paulista (LIESV)

2014 - Bohemios Samba Club e Aliança Curitibana (LIESV)

2015 - Bohemios Samba Club e Unidos do Madruga (LIESV)

Desde 2016 - Batata de Contenda (LIESV)

Desde 2016 - Academia de Samba Cohab Santa Rita (Guaíba-RS)

2018 - Império Serrano (Uruguaiana-RS)

GRITO DE GUERRA: Salve a Academia do Samba! Tá bom à "bessa"...

CACOS CARACTERÍSTICOS: "deixa o povo cantar"; "tá bonito demais"; "que beleza, minha harmonia", "vamos chegar, vamos chegar"; "alegria, alegria"; "é agora, minha escola".

SAMBAS DE SUA AUTORIA: "O que é, o que é, que não é, mas será?" (São Clemente/95, com Cláudio Filé, Helinho 107 e Vaguinho); "No ano 2000, a São Clemente é Tupi, com Sergipe na Sapucaí" (São Clemente/2000, com Cláudio Filé, Helinho 107 e Reginaldo Bessa); "75 anos de Mangueira - É bom se segurar, que a poeira vai subir" (Lins/2004, com Condonga, Gutinho, Jorge Bucos, Lula, Paulinho Poeta e Tuil Pontes).

Possui um Prêmio Sambanet de melhor intérprete do Grupo A de 2006, além de um Sambanet especial como produtor musical em 2005. Seu CD da LIERJ (Série A-2015) ganhou o Disco de Ouro em 2015.

MAIS FOTOS DE LEONARDO BESSA





"Mordendo" o CD da LIESV 2009

Voltar à seção Intérpretes