PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

LEANDRO D'MENOR

LEANDRO D'MENOR

   

   

 

 

    Nome completo: ???

 

 

   

    Ano de nascimento: 1972

  

                                                                     

   
Leandro D'Menor é uma das mais gratas revelações do samba. Iniciou de maneira precoce no carnaval. Com apenas nove anos de idade, o garoto já freqüentava os ensaios na quadra da Beija-Flor, mesmo sendo "de menor", daí seu apelido. Aos 18 anos, estreou como intérprete de samba enredo ao lado de Neguinho da Beija-Flor, na escola de Nilópolis. No carnaval de 1999, sempre ao lado de Neguinho, conduziu na Marquês de Sapucaí o samba "Araxá, lugar alto onde se avista primeiro o sol", de sua própria autoria, apesar de seu nome não constar nos créditos oficiais da parceria.

Paralelamente ao carnaval, Leandro D'Menor desenvolveu carreira como compositor, sendo autor de vários sambas gravados por grupos de renome, como Pique Novo, Sensação, Só Preto Sem Preconceito, Grupo Raça, Fundo de Quintal e de Zeca Pagodinho - de quem é afilhado artístico - , que gravou a música "Nega Judite", incluída no CD "Deixa a vida me levar".

No ano de 2001, a carreira de Leandro D'Menor começa a deslanchar. O cantor foi convidado para o projeto que deu luz ao CD Quintal do Pagodinho. O disco, bancado pelo Poeta de Xerém, reuniu novatos e veteranos compositores da nata do pagode de raiz do Rio de Janeiro. D'Menor gravou "Alô meu povo brasileiro", música composta para concorrer no Festival de Música da TV Globo, de 2000, mas que não foi inscrita a tempo. Por indicação de Zeca Pagodinho, o jovem cantor defendeu no carnaval de São Paulo de 2002, o samba da escola de samba Morro da Casa Verde que, em seu enredo, rendeu homenagens ao próprio Zeca. Leandro prosseguiu cantando no carnaval de São Paulo transferindo-se em seguida para a Unidos do Peruche.

Leandro D'Menor tem um timbre de voz muito semelhante ao puxador Nego. Em 2004, o jovem cantor lançou seu primeiro CD solo, intitulado "Fruto da nossa raiz", com participações de bambas como Almir Guinéto, Rildo Hora e do padrinho Zeca.

Início: Beija-Flor de Nilópolis.
A partir de 1990 - Beija-Flor (apoio de Neguinho da Beija-Flor)
2002 - Morro da Casa Verde
2004 e 2005 - Unidos do Peruche

GRITO DE GUERRA: Alô (diz o nome da escola ou cita as cores da agremiação)! Chegou a hora!!!

CACOS CARACTERÍSTICOS: "alegria, gente"; "é no gogó, gente"; "segura, (cita o nome do mestre de bateria)"; "arrebenta"; "que balanço"; "vamos lá, geral".

SAMBAS DE SUA AUTORIA: "Araxá, lugar alto onde primeiro se avista o sol" (Beija-Flor/1999, com Noel Costa, Serginho do Porto e Wilsinho Paz), no entanto, seu nome não consta nos créditos oficiais da parceria.

MÚSICAS DE SUA AUTORIA: "Amor de Veneza" (com Maurinho) e "Tô carente meu bem" (com Flavinho e Santos), ambas sucesso com o grupo Pique Novo); "Meu samba é nobre" (com Luizinho Toblow e Serginho Meriti), sucesso com o grupo Sensação; "Exalta meu samba" (com Renan Pereira), gravado por Almir Guinéto; "Nega Judite" (com Flavinho Silva e Silvio Eduardo), sucesso de Zeca Pagodinho; "Alô, meu povo brasileiro" (com Maurinho Cruz).

DISCOGRAFIA:

- Quintal do Pagodinho (2002) Universal
- Fruto da nossa raiz (2004) Atração Fonográfica

MAIS FOTOS DE LEANDRO D'MENOR


Ao lado de Almir Guineto (D)