PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

LEANDRO DE ITAQUERA - 2021 LEANDRO DE ITAQUERA - 2021

Enredo: No ecoar dos tambores e no feitiço da Leandro – De Dahomé as terras da encantaria – O cortejo da rainha Jeje e os segredos de Xelegbtá
Compositores: Marcelo Adnet, Medonha, André Ricardo, Juninho Branco, Jacopetti, Douglas Chocolate, André Filosofia, Luiz Pião, Beto Colorado e Nando do Cavaco

Soberana do reino de Daomé
Agotime, flor mulher, tem a força ancestral
Cultuava com fé os seus voduns
Com muita luz, em cada ritual
Isolada da sua gente, presa por feitiçaria…
Revela seu vodum no Oráculo de Fá
Um reino renascerá…
De mar em mar segue seu destino
Firme em sua missão
De mar em mar encontra seu caminho
Nos braços dessa nação

Bahia de São Salvador, do povo Jejê e Nagô
Irmãos de sangue de cor, no Brasil ancorou! 
Bahia de São Salvador, do povo Jejê e Nagô
Irmãos de sangue de cor, no Brasil ecoou!

A voz te guia na escuridão, luz da intuição
Nas minas, uma rainha escravizada
Agotime alforriada…
Brilha feito ouro a liberdade
No destino a sua verdade
Altiva do Querebentã, fez da fé guardiã
Maria Mineira Naê (Naê, Naê)
No Maranhão, do folclore e tradição
A Casa da Mina fez renascer

Axé, Vermelho e branco, axé (bis)
Saravá, é festa do candomblé

Quando o tambor de Mina ecoar
Os tambores da Leandro vão rufar
(bis)
Na terra da encantaria
Tem feitiço, tem magia!