PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

JACY INSPIRAÇÃO

JACY INSPIRAÇÃO

       

    

        Ano de nascimento: 1946

       

                                                                   

   
Jacy Inspiração é um compositor cuja história se confunde com a Arrastão de Cascadura, escola que apresentou a maior parte de seus sambas e que estão na memória do carnaval.

O sambista começou no bloco Vai quem quer. Logo depois seguiu para o tradicional Bafo da Onça e o Bloco Badalo, onde permaneceu por seis anos. Mas foi na escola de samba Arrastão de Cascadura que ele colocou o pé na estrada rumo ao sucesso. Na agremiação verde e branca (e que é afilhada do Império Serrano), Jaci venceu nove concursos de sambas-enredos e, por duas ocasiões, conquistou o Estandarte de Ouro de melhor samba do Grupo 1-B: em 1986, pela Acadêmicos do Engenho da Rainha,  com “Ganga Zumba, raiz da liberdade”, e em 1989, com “Zezé, um canto de amor à raça”.

Mas o sambista também apresentou belíssimas obras no Grupo Especial. Jacy é autor de um dos três sambas que chegaram à final na Acadêmicos do Grande Rio e que foram juntados na fusão que deu origem ao samba para o enredo "No mundo da lua" e que empolgou a Sapucaí em 1993. Anos depois, na Unidos da Tijuca, ele competiu no carnaval do ano 2000, com o enredo “Terra dos Papagaios”, que celebrava os 500 anos de Descobrimento do Brasil.

Jaci, que leva o apelido Inspiração por causa de sua mania de fazer versos, revela que é fã de Ataulfo Alves e nunca pretende deixar o samba. “Enquanto eu viver, eu vou compor e cantar samba”, comenta. Seu primeiro nome artístico foi Jacy da Coroa, por residir no Morro da Coroa, no Centro do Rio.

Ao todo, o compositor tem 12 discos. O primeiro, gravado pelo selo Copacabana em 1974, reúne um belo repertório de partido-alto. O mais recente, “Cara do Brasil”, foi lançado em 2007. Além de muitas parcerias, entre elas Neguinho da Beija-Flor, Orlando Dias, Nêgo e outros.

Tanto prestígio no mundo do samba resultou no reconhecimento merecido. O sambista foi escolhido para ser tema do documentário “Jacy Inspiração – a cara do Brasil” (2007/2008), dirigido pelo francês Clément Craustez, que resume as dificuldades encontradas pelo sambista no processo de compor o samba, eleição e ainda para conseguir sucesso na avenida.

Em 2010, aproveitando o clima de Copa do Mundo, o sambista compôs uma marchinha para a Seleção Brasileira de Futebol, “Vai, Brasil”. Entre os projetos para a carreira, Jacy Inspiração quer promover um festival comunitário para descobrir talentos do samba e da música nas comunidades carentes do Rio. “Quero revelar e mostrar que nas comunidades tem muita gente com potencial e vou encontrar grandes artistas”, conclui.

 
INÍCIO: Pertenceu a várias alas de compositores de vários blocos de samba de embalo, entre os quais, Vai Quem Quer e, ainda, Bafo da Onça, do Catumbi. Em escola de samba, sua primeira entidade foi a Grêmio Recreativo e Escola de Samba de Samba Arrastão de Cascadura.
1980 – Arrastão de Cascadura (apoio de Barreto)
1982 a 1984 – Arrastão de Cascadura (cantor principal)
1986 – Arrastão de Cascadura (apoio de Ciganerey, na época, Paulinho Poesia)
1989 – Arrastão de Cascadura (cantor principal)

GRITOS DE GUERRA: “Arrastão de Cascadura na folia!”

CACO DE EMPOLGAÇÃO: "Ritmo de avenida", "Arrastão de Cascadura"

SAMBAS DE SUA AUTORIA: “Mambembes e mamulengos” (Arrastão de Cascadura/1980, com Amauri, Barreto e Netinho); “Brasil verde e amarelo” (Arrastão/1982, com Amauri e Netinho); “Barravilhosa” (Arrastão/1983, com Netinho e Amauri); “Águas lendárias” (Arrastão/1984, com Netinho e Amauri); “Depois do mal feito, chorar não é proveito” (Arrastão/1985, com Netinho e Amaury); “Ganga Zumba, raiz da liberdade” (Acadêmicos do Engenho da Rainha/1986 e 2007, com Guará, De Minas e Bizil); “Zezé, um canto de amor e raça” (Arrastão/1989, com Netinho, Amaury e Bebeto Arrastão); “No mundo da lua” (Acadêmicos do Grande Rio/1993, com Nêgo, Mais Velho, G. Martins, Dicró, Juarez Dy Calvoza, Adão Conceição, Carlinhos P2, Rocco Filho e Ronaldo); “As Icamiabas” (Arrastão/1996, com Amaury, Netinho e Guto); “Terra dos Papagaios... Navegar foi preciso!” (Unidos da Tijuca/2000, com Henrique Badá e Édson de Oliveira); “África, o exuberante paraíso negro” (Acadêmicos do Cubango/2002, com Celso Tropical, Rogerão e Gilberth Castro); “Utopias, viagens aos confins da imaginação” (Império da Tijuca/2012, com Fernandão, Henrique Badá e Cabral Gadioli).

ESTANDARTES DE OURO:
1986 (Engenho da Rainha) e 1989 (Arrastão de Cascadura), ambos como autor do melhor samba do Grupo A.

DISCOGRAFIA:

- Jacy Inspiração (LP, Copacabana Discos – 1974)
- Filho de fé/Avesso da vida (compacto simples, Copacabana Discos)
- LP Sambas de Enredo das escolas de samba do Grupo 1-B 1982
- LP Sambas de Enredo das escolas de samba do Grupo 1-B 1983
- LP Sambas de Enredo das escolas de samba do Grupo 1-B 1984
- LP Sambas de enredo das escolas de samba do Grupo 1B 1989


MAIS FOTOS DE JACY INSPIRAÇÃO



- Jacy Inspiração liderando o carro de som no desfile da Arrastão de Cascadura em 1989, tendo no apoio, o novato Pixulé (E). A obra conquistou o prêmio Estandarte de Ouro de melhor samba do Grupo de Acesso naquele ano (Imagem é reprodução de vídeo de Rafael Marçal)


Capa do LP que Jacy gravou em 1974