PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

GRILLO

GRILLO

      

     

       

        Nome Completo: Wallace Coelho Álamo

 

 

 

        Ano de nascimento: ????

 

 

 

       Grillo é o senhor grisalho, em primeiro plano, puxando o samba da Portela de 2002     

                                                                 

   
         Quando a Unidos da Ponte pisou na passarela no desfile do Grupo B de 2005 e começou a cantar o samba “E eles verão a Deus...”, um filme deve ter passado na cabeça do senhor Wallace Coelho Álamo. Este samba marcava a estréia de Grillo como puxador principal da Ponte na Marquês de Sapucaí, em 1983.

Grillo tinha uma voz grave e potente que se tornou a marca da escola de São João do Meriti por uma década. O cantor substituiu no microfone Paulista, um veterano sambista da Baixada, que tinha sido puxador da Ponte em anos anteriores. Grillo acompanhou a fase áurea da agremiação, que, sob o comando do presidente Édson Tessier, manteve-se no Grupo Especial por vários anos seguidos.

Em 1989 e 1990, foi substituído por Aroldo Melodia. Retornou à escola em 91. Na virada para os anos 90, Grillo foi se afastando do cargo de intérprete para se dedicar a assuntos internos na Ponte. Após o carnaval de 92, quando a Ponte conquistou, com um vice-campeonato, o acesso ao Grupo Especial, deixou como sucessor Serginho do Porto.

         Entre os anos de 2000 e 2002, Grillo foi presidente da Unidos da Ponte. Em 2002, junto com David Corrêa e Naldo, compôs o samba da Portela daquele ano, “Amazonas, esse desconhecido. Delírios e verdades do Eldorado Verde”,e ainda ajudou a puxar a obra na avenida, apesar de oficialmente estar afastado da interpretação de samba-enredo.

 
INÍCIO: 1983, na Unidos da Ponte

1983 a 1988 – Unidos da Ponte

1989 - Reino Unido da Liberdade (Manaus, na gravação do LP)

1991 e 1992 – Unidos da Ponte

2002 – Portela (apoio do Gera)

 

GRITO DE GUERRA: Alô, povão meritiense, olha a Ponte aí!

 

CACOS DE EMPOLGAÇÃO:na raiz, na raiz”; “simbora, Ponte”; “diz aí”;

 

SAMBAS DE SUA AUTORIA:Dez, nota dez” (Ponte/85); “Tá na hora do samba, que fala mais alto, que fala primeiro” (Ponte/86, com Denise, Dilsinho e Freitas); “Da cor do pecado” (Ponte/92, com Naldo, Osvaldo do Parque, Og do Cavaco e Serginho do Porto); “Amazonas, esse desconhecido. Delírios e verdades do Eldorado Verde” (Portela/2002, com David Corrêa e Naldo).

MAIS FOTOS DE GRILLO


Grillo (o senhor grisalho) puxando o samba da Portela de 2002


Em 1987, pela Unidos da Ponte

Fotos: Rixxa Jr (com câmera digital focando a TV) e Igor Munarim