PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

FALANDO DE AMOR

FALANDO DE AMOR

PRESIDENTE Cláudio Maia (Dig)
CARNAVALESCO Aline Assis
INTÉRPRETE Carlos Augusto
CORES  Vermelho e Branco
FUNDAÇÃO 12/10/2012
CIDADE-SEDE São Gonçalo-RJ
SÍMBOLO Robocop

A GREVE (Grêmio Recreativo Escola Virtual Educativa) Falando de Amor, a simpática escola que tem o Robocop como símbolo, estreia nos grupos de cima da LIESV em 2017, após obter a classificação no CAESV de 2016. Surgida na primavera, no dia 12 de outubro de 2012, a escola e o pavilhão são uma homenagem ao saudoso Paulo “Robocop”, que tinha um amor incondicional pela comunidade do Anaia, em São Gonçalo, fazendo caridade, samba e levando amor àquela comunidade carente, distribuindo doces no dia de Cosme e Damião. A escola é presidida pelo presidente Dig. Vem marcando presença nos desfiles virtuais desde 2013.

Ano Enredo Colocação
2017 Viva La Santa Muerte -º (A)
2016 Paulo Baptista - Um Sonhador 4º (CAESV)
2015 O diário de um mago - A simplicidade de um bruxo 18º (CAESV)
2014 Pega na Mentira... 19º (CAESV)
2013 Clodovil é a Cara do Brasil 16º (CAESV)

SINOPSE ENREDO 2017

Viva La Santa Muerte


“Viva la Santa Muerte”! Venerada nos túmulos, a protetora dos homens nos levará a uma viagem inusitada ao México para conhecer o tradicional “Día de los Muertos”.

Quem nunca ouviu falar no tradicional festividade do dia de finados ou dia dos mortos celebrada nos dias 1 e 2 de novembro no México? Considerada a mais importante festa popular do país, essa tradição cultua de maneira alegre as almas dos parentes falecidos, que regressam ao convívio dos seus familiares para aproveitar as oferendas feitas.

A Origem

Sua origem remete aos rituais indígenas dos Astecas e Maias, entre outras civilizações pré-colombianas. Esses rituais de celebração aconteciam no mês de agosto do calendário solar azteca, ocasião em que se comemorava o nascimento das crianças e a morte e o renascimento dos antepassados. Também se realizavam sacrifícios para os deuses na busca da cura para os enfermos importantes das sociedades Astecas e Maias, como os sacerdotes e o próprio imperador.

O Sincretismo Religioso

O sincretismo religioso seria a marca do “día de los muertos”. Com a conquista da América pelos espanhóis, os jesuítas aproveitaram essas festividades consideradas pagãs para catequizar os índios e mudaram o calendário do ritual indígena para novembro, para que coincidisse com o tradicional “dia de todos os santos” do catolicismo, celebrado em 1º de novembro.

Alegria, festividade e adoração… Caveiras e doces

Qual a criança que não gosta de doces? Qual a criança que não gosta de se fantasiar de caveira ou de monstro? A proximidade com os Estados Unidos e com o dia 31 de outubro, data do halloween, fizeram com que esse “dia de todos os santos” agregasse características típicas dessa festa que encanta as crianças. Assim, as caveiras e os doces se misturam ao festival que ultrapassa os limites de celebração com os mortos tradicional, onde apenas se decoram os túmulos dos entes queridos com flores. O Día de los Muertos é muito mais, é alegria, é celebração, é festa!

Vamos celebrar com a Falando de Amor

Pois é! No carnaval de 2017 a “Poderosa de São Gonçalo” vai apresentar um pouco desse tema pouco conhecido dos brasileiros: o “Día de los Muertos”. Uma celebração que se originou com os povos pré-hispânicos, se mesclou aos costumes católicos dos colonizadores espanhóis e utilizou ainda traços da tradicional festa do haloween dos Estados Unidos. Como dizia o saudoso Paulo Baptista, o criador da nossa escola –  Vamos arrasar juntos nesta festa?

BIBLIOGRAFIA:

Livro Día de los Muertos, de Sérgio Aragonés, Editora Pandora Books, 2001

http://diadelosmuertos.yaia.com/historia.html

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/11/dia-de-finados-no-mexico-leva-santa-morte-para-ruas.html

http://brasil.elpais.com/brasil/2014/11/01/sociedad/1414853802_175512.html

http://viagemeturismo.abril.com.br/materias/dia-dos-mortos-e-celebrado-com-festa-no-mexico/

http://lahistoriamexicana.mx/antiguo-mexico/cultura-maya

http://brasilescola.uol.com.br/historia-da-america/astecas2.htm 


Voltar ao Espaço LIESV