PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

Sambando por aí...
 
CARNAVAL 2020 PELO BRASIL - NITERÓI

14 de fevereiro de 2020, nº 35

Saudações, caríssimos leitores deste Sambario. Falta tão somente uma semana carnaval e os desfiles nas principais passarelas do país - leia-se Rio e São Paulo - e em outras regiões onde há desfile de escolas de samba. Mas já neste fim de semana, acontecem desfiles em algumas cidades como Vitória - que iniciou seus festejos nesta quinta-feira com o Grupo B - e Santos, que se inicia nesta sexta. Para celebrar os desfiles de avenida por este país, este humilde espaço tem feito uma expedição com foco em três destinos cujos desfiles este escriba tem acompanhado mais afinco nos últimos anos.

O intuito aqui é apresentamos, num formato similar ao "Enredo e Samba" feito no RJ1 - tradicional jornal local da TV Globo do Rio de Janeiro, o que as escolas dos grupos principais destas três cidades estão preparando para brilhar na passarela. Depois das já mencionadas Vitória e Santos, além de Belém do Pará - em capítulo extra escrito por Marco Maciel em seu Editorial - onde os desfiles acontecem uma semana antes da data oficial, nós aportamos em uma cidade onde o desfile acontece em datas paralelas com as principais. Enfim, chegamos ao Rio de Janeiro, pegamos a Ponte e paramos no último destino: a Cidade Sorriso e terra natal deste escriba, Niterói.

Os desfiles


Comissão de Frente da Alegria da Zona Norte, que em 2019 conquistou o bicampeonato do carnaval de Niterói (Foto: Na Cadência da Bateria) 

Existente desde 1946, quando teve a Sabiá como a primeira campeã, o carnaval de Niterói sempre foi influenciado pelo carnaval da capital com as apresentações de escolas de samba e blocos. Em 1981, as agremiações chegaram a gravar um LP com o registro de seus respectivos sambas, numa época onde os desfiles haviam mudado de endereço: saíam da Avenida Amaral Peixoto e foram para o antigo Estacionamento Norte na região da Praia Grande, conhecida como "Praião" e que atualmente abriga o Teatro Popular Oscar Niemeyer.

Motivado por diversas circunstâncias, Viradouro e Cubango decidem, em 1985, deixar o carnaval de Niterói rumo aos desfiles do Rio, onde futuramente obtiveram êxito. A saída da dupla foi enfraquecendo aos poucos o desfile na Cidade Sorriso, até que em 1995, após o título do Camisolão, um impasse entre as escolas e a Prefeitura decretou o cancelamento dos desfiles na cidade, iniciando um longo hiato que duraria dez anos.

Em 2006, os desfiles de Niterói voltam a ser realizados graças a um projeto de revitalização do carnaval da cidade desenvolvido pelos órgãos públicos e uma comissão de carnaval nos anos anteriores. Longe das glórias de outrora e em novo local mais "acanhado": a Rua da Conceição, no centro da cidade, onde os desfiles acontecem até hoje, dividido em três dias - domingo, segunda e terça, quando há o desfile do grupo principal. Recentemente foi divulgado que as trinta e duas agremiações que desfilarão este ano (divididas em quatro grupos) terão a sua própria Cidade do Samba já visando o carnaval de 2021. Existe, todavia, uma outra promessa, que já dura quase uma década: a volta dos desfiles para a Amaral Peixoto - que nunca foi cumprida, infelizmente.

Mesmo que já tenham deixado de desfilar competitivamente há mais de 35 anos, as grandes rivais Viradouro e Cubango seguem na linha de frente dos títulos. A vermelha e branca segue como a maior vencedora com 18 troféus, enquanto que a Cubango aparece com 11 conquistas. Corações Unidos e Sabiá aparecem empatadas na terceira colocação com 6 títulos, enquanto a Mocidade Independente de Icaraí detém 5 conquistas, e Folia do Viradouro e Sossego com 4.

Pela ordem, eis as escolas que se apresentarão na Rua da Conceição na terça-feira de Carnaval, dia 25 de fevereiro.

 

1° - MOCIDADE INDEPENDENTE DE ICARAÍ

Enredo: Gugu, tu és o tema... E nossa inspiração! 25 anos de pura emoção

Autores do samba: não disponível

 

De volta a elite do samba niteroiense, a escola do Morro do Cavalão prestará uma homenagem os 25 anos do "Projeto Gugu para Terceira Idade", idealizado pelo médico e professor Carlos Augusto Bittencourt Silva, o Gugu, uma das grandes personalidades da cidade, que morreu em 2015. O tema é desenvolvido pelo carnavalesco Fabio Nunes.

 

(samba-enredo não disponível)

 

2° - IMPÉRIO DE ARARIBÓIA

Enredo: Mãe, a rainha perfeita do meu Império!

Autores do samba: não disponível

 

Vice-campeã nos últimos três carnavais, a verde e branca do bairro de São Lourenço quer espantar a maré de azar e buscar a inédita conquista com uma homenagem às mães. Tema do carnavalesco De Angelo.

 

(samba-enredo não disponível)

 

3° - BAFO DO TIGRE

Enredo: O Bafo do Tigre canta a cidade do Rio de Janeiro - Rio Maravilha e Samba

Autor do samba: Jorge Demolidor

 

A tradicional aurinegra do Morro do Estado irá exaltar o Rio de Janeiro, em tema idêntico ao que a própria agremiação já fez em 2010. Desenvolvido pela carnavalesca Quelli Marissani.


 

4° - SOUZA SOARES

Enredo: Araribóia, cobra feroz. O valente cacique da nossa Niterói

Autores do samba: Celso Tropical, Eduzinho, Eduardo Poeta, Jorge Mathias, Professor Cleyton, Pquiti, Rhuan do Vira e Léo Ribeiro

 

Sem conquistar um título na Cidade Sorriso desde 1989, a tradicional escola de Santa Rosa vai narrar a trajetória do índio Araribóia, chefe da tribo dos temiminós e fundador da cidade de Niterói. O tema é desenvolvido pelo carnavalesco Beto Reis.

 

 

5° - UNIDOS DA REGIÃO OCEÂNICA

Enredo: Magias, Mistérios e Bruxarias. Em honra da Mãe Lua

Autoras do samba: Duda Tonon, Niu Souza, Rafael Coutinho, Tatalho, Léo Castro, Robson Ramos e Dito

 

Única agremiação que desfilou somente no grupo principal desde a volta dos desfiles em Niterói, a verde e branca promete uma viagem fascinante conduzida aos braços protetores da guardiã do destino e da noite, mãe de todas as bruxas. Desenvolvido pelo carnavalesco Índio Garcia.

 

 

6° - ALEGRIA DA ZONA NORTE

Enredo: Aparecida - Aos teus pés me curvarei, oh! Rainha do Brasil

Autores do samba: Chiquinho e Janaína

 

Atual bicampeã dos desfiles da Cidade Sorriso, a tricolor do Morro do Bernardino (no bairro do Fonseca) irá exaltar Nossa Senhora Aparecida, a Padroeira do Brasil. (Carnavalesco não informado).

 

 

7° - MAGNÓLIA BRASIL

Enredo: Estácio, Berço do Samba

Autores do samba: Elinto Pires e Sidney da Conceição (reedição do samba-enredo de 1980 da Estácio de Sá)

 

A azul e branca da Rua Magnólia Brasil, no bairro do Fonseca, irá prestar uma homenagem à Estácio de Sá. E para tal, a Magnólia optou por reeditar o samba de 1980 da vermelha e branca (quando ainda era a Unidos de São Carlos) cujo título original era "Deixa Falar" - abaixo, a versão original do samba.

 

 

8° - UNIDOS DO SACRAMENTO

Enredo: Olimpo: santuário dos deuses, mitos e magias

Autores do samba: João Perigo, Português, Saulo Poeta, Paulo Beckham, Lico Monteiro e Júlio Guilherme

 

Única representante de São Gonçalo nos desfiles da Rua da Conceição, a vermelha e branca embarca nas histórias do Olimpo na mitologia. O tema é desenvolvido por uma comissão de carnaval.

 

 

9° - FOLIA DO VIRADOURO

Enredo: João Caetano: Da companhia nacional ao Theatro Municipal

Autores do samba: Edu Cigano, Soares do Cavaco, Eduardo Poeta, Gouveia, Cadinho do Trailer e Jonathan

 

Quatro vezes campeã nesta década, a vermelha e branca de Santa Rosa irá homenagear o ator João Caetano, que dá nome ao Teatro Municipal de Niterói. O tema é desenvolvido pelo carnavalesco Bruno Farias.

 

 

10° - EXPERIMENTA DA ILHA

Enredo: O Maravilhoso Mundo de Heróis e Vilões!

Autores do samba: Leandro Sampaio, Cristian Oliveira, Luiz Felipe Soares, Joel Santana e Xandy Orelha

 

Encerrando os desfiles, a azul e amarelo da Ilha da Conceição vai viajar no universo dos heróis e vilões das histórias infantis da televisão e dos quadrinhos. O tema é desenvolvido pelo carnavalesco Armindo Pires.

 

 

Transmissão e Apuração

Os desfiles de Niterói não contam com transmissão de nenhuma emissora e/ou portal na internet. Para mais informações acerca do desfile das escolas de Niterói, a coluna recomenda o blog Na Cadência da Bateria.

Como manda a tradição, a apuração acontece na tarde da quinta-feira, dia 27 de fevereiro, na quadra da Viradouro. Como tem acontecido nos últimos dois anos, a página oficial da Prefeitura de Niterói no Facebook deverá transmitir a leitura das notas.

 

Ademais, só desejamos que, não importa o lugar e a data, o leitor caia na folia.

Carlos Fonseca
Twitter: @eucarlosfonseca
Apresentador do Carnaval Show na Rádio Show do Esporte todas às quartas-feiras às 20h
www.radioshowdoesporte.com.br