PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

TOM MAIOR - 2020 CAMISA VERDE E BRANCO - 2020

Enredo: Ajayô: Carlinhos Brown, candomblés, tambores e batuques ancestrais
Compositores: Turko, Maradona, Zé Paulo Sierra, Rafa do Cavaco, Fabio Souza, Almir Menezes, Bira Moreno, Pedro Carmo, Erasmo Dias, Mário Lúcio e Cunha Bueno

Laroyê! Exu Mojubá
Xeu êpa babá, meu pai Oxalá
É sangue africano correndo nas veias
Ecoa o batuque que vem do porão
A voz não se cala na dor da luta
Sou negro no açoite da escuridão
Ê Bahia de todos os Santos
“Savalu vodun zo” magia e encanto
Na festa de candomblé vai ter xirê
Atotô meu pai Obaluayê
Aieieu mamãe Oxum, venha me valer

Ogan bateu o tambor
Okê okê arô, kabecilê Xangô (bis)
Patacori Ogum, Eparrei Iansã
Odoya, Saluba Nanã

Nascido no Candeal ao som do Ilê Aiyê
No toque do timbau... vem ver
Timbalada descendo a ladeira
No Pelô, Olodum levanta a poeira
Eu sou do gueto, não sou de brincadeira
Eu sou do gueto, não sou de brincadeira
Eu vou cantar no “trio”, eu vou
Espalhando axé pela cidade
Aplausos ao Tribalista da canção
Nos palcos da vida, a consagração
Carlinhos Brown é Verde e Branco
No Trevo do meu coração

Salve a batucada do meu canjerê
A Furiosa toca samba pra você 
Salve a Barra Funda
(bis)
Meu eterno amor
Ajayô, ajayô