PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

BARRA FUNDA ESTAÇÃO PRIMEIRA

BARRA FUNDA ESTAÇÃO PRIMEIRA


PRESIDENTE João Marcos
CARNAVALESCO  Lucas Vagner
INTÉRPRETES Nino do Milênio
CORES  Verde e Branco
FUNDAÇÃO 13/05/2006
CIDADE-SEDE Rio de Janeiro-RJ

Criada após a extinção da escola de samba Primeira da Zona Leste, a Barra Funda Estação Primeira é a escola mais irreverente da história da LIESV e, por isso, uma das mais simpáticas e queridas do público. Ao mesmo tempo, é uma das mais instáveis, com diversas mudanças de presidência e equipe. Hoje, tem como presidente João Marcos (o quarto de sua história), que tenta devolver o caminho de sucesso que marcou os primeiros anos de sua história.
 
A Primeira da Zona Leste, em 2005, apresentou o enredo “Uma Maravilhosa Viagem ao Mundo Dos Ditos Populares", com samba de Mutuca da Leandro de Itaquera. O desfile é considerado um dos piores da história da LIESV, tendo ficado em último lugar do Grupo de Acesso da LIESV.
 
Após a saída do presidente da escola, a Primeira da Zona Leste foi extinta, sendo fundada a Barra Funda Estação Primeira pelo presidente Biel Carioca. Com o novo nome, a Barra Funda tornou-se campeã do Grupo de Acesso da LIESV de 2006, com o enredo “Todo Mundo Só Pensa Naquilo... Viva o Festival da Baixaria! E Fechem os Olhos das Criancinhas!...”, de autoria de Raphael Soares. No entanto, por força de um erro administrativo, a escola não se recadastrou e acabou forçada a desfilar mais um ano no Grupo de Acesso, em 2007.
 
Com uma nova presidente, Jéssica Araújo, carnaval de Ewerton Fintelman e Luis Butti e enredo de Theo Valter, a escola apresentou no acesso de 2007 o enredo “Barra Funda Entrando Numa Fria”, ficando entre as últimas colocadas.
 
Em 2008, a escola apresentaria o enredo “Era uma Vez...”, mas acabou desistindo do desfile porque seu carnavalesco, Eduardo Camilo, não entregou os desenhos. Em 2009, por força do apelo popular, a escola se apresentou como bloco, sem entrar na disputa, abrindo o segundo dia de desfiles do Grupo Especial com o enredo “Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa!”.
 
A Barra Funda voltou a ser escola em 2010, conseguindo sua vaga para o Grupo de Acesso com um segundo lugar no Grupo de Avaliação com o enredo “Pagode Russo”, do atual presidente João Marcos, e carnaval de Lucas Vagner. Após um desfile mal-sucedido em 2011, em que amargou a última colocação no Acesso, a escola deverá enrolar a bandeira virtual.

Ano

Enredo

Colocação

2011 Você tá com Inveja das Minhas Bolas? 10º (Acesso)
2010 Pagode Russo 2º (CAESV)
2008 Era uma Vez...

não desfilou

2007 Entrando numa Fria

8º (Acesso)

2006 Todo Mundo Só Pensa Naquilo... Viva o Festival da Baixaria! E Fechem os Olhos das Criancinhas! 1º (Acesso)

SINOPSE ENREDO 2011

Você tá com Inveja das Minhas Bolas?



Enredo:
João Marcos

Piada introdutória

Um brasileiro está calmamente tomando o café da manha quando um argentino típico, mascando chicletes, senta-se ao lado dele.

O brasileiro ignora o argentino que, não conformado, começa a puxar conversa:

— Você come este pão inteirinho?

— Claro.

— Nós não. Nós comemos só o miolo, a casca nós vamos juntando num container, depois processamos, transformamos em croissant e vendemos para o Brasil.

O Brasileiro ouve calado.

O Argentino insiste:

— Você come esta geléia com o pão?

— Claro.

— Nós, não. Nós comemos frutas frescas no café da manhã, jogamos todas as cascas, sementes e bagaços em containers, depois processamos, transformamos em geléia e vendemos para o Brasil.

O brasileiro então pergunta:

— E o que vocês fazem com as camisinhas depois de usadas?

— Jogamos fora, claro!

— Nós não. Vamos guardando tudo em containers, depois processamos, transformamos em chicletes e vendemos para a Argentina.

Sinopse

. A apresentação do nosso produto
 
Existem chicletes que fazem grandes bolas, mas nenhum é como o CHICLETE BARRA. Criado por mentes brilhantes, na nossa fábrica na Barra Funda, o CHICLETE BARRA é a garantia de que você terá bolas gigantes, como nunca vistas antes!

. Origens
 
O nosso chiclete traz a fórmula original da goma descoberta na Suécia, pelo pesquisador Bangt Nordqvist. Segundo o Guia dos Curiosos: “Em 1993, (...) Ele encontrou no sul de seu país três pedaços de resina de bétula mascados por dentes humanos perto de ossadas da época da Idade da Pedra. Nordqvist afirma que o produto contém zilitol, um desinfetante usado para limpeza dentária, que ajudava os homens primitivos a manter a arcada protegida”.
 
Apesar disso, diz-se que a invenção do chiclete é norte-americana – Adams, no final do séc. XIX, ao ver um ex-general mexicano mascando uma espécie de resina, resolveu adicionar alcaçuz e comercializar. O chiclete acabou sendo popularizado durante a guerra – era usado pelos soldados para aliviar a tensão antes das batalhas. Os filmes de Hollywood também tiveram uma grande contribuição para a divulgação do produto.

. Estratégia de Marketing
 
Para incrementar nossas vendagens no Brasil, usaremos duas estratégias – a primeira é a utilização de figurinhas: toda vez que o sujeito comprar um chiclete, vem uma figurinha. Isso já foi bastante usado por outras marcas. No Brasil, ficou conhecida a série com os jogadores da Copa do Mundo, além da coleção Ploc Monsters. No entanto, a grande série de figurinhas para chicletes foi publicada nos Estados Unidos - a coleção Marte Ataca!, que depois inspirou o filme de Tim Burton, de 1996.
 
E a segunda, é contratar como garotos-propaganda a rapaziada do CHICLETE COM BANANA, que com grandes clássicos da Música Popular Brasileira, como “Cara, Caramba, Cara, Caraô”, trarão credibilidade à marca. Faremos um grande show apoteótico, convidando o público a brincar, a ser mais um chicleteiro barra-fundiandense.

Observação: Esperamos que tudo dê certo e que o CHICLETE BARRA tenha um sabor ESPECIAL para todos...

Prazo para entrega do samba: 29.01.2011