PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

BARRA FUNDA ESTAÇÃO PRIMEIRA

BARRA FUNDA ESTAÇÃO PRIMEIRA


PRESIDENTE João Marcos
CARNAVALESCO  João Marcos
INTÉRPRETE Tatu Maluco
CORES  Verde e Branco
FUNDAÇÃO 13/05/2006
CIDADE-SEDE Rio de Janeiro-RJ

Criada após a extinção da escola de samba Primeira da Zona Leste, a Barra Funda Estação Primeira é a escola mais irreverente da história da LIESV e, por isso, uma das mais simpáticas e queridas do público. Ao mesmo tempo, é uma das mais instáveis, com diversas mudanças de presidência e equipe. Hoje, tem como presidente João Marcos (o quarto de sua história), que tenta devolver o caminho de sucesso que marcou os primeiros anos de sua história.
 
A Primeira da Zona Leste, em 2005, apresentou o enredo “Uma Maravilhosa Viagem ao Mundo Dos Ditos Populares", com samba de Mutuca da Leandro de Itaquera. O desfile é considerado um dos piores da história da LIESV, tendo ficado em último lugar do Grupo de Acesso da LIESV.
 
Após a saída do presidente da escola, a Primeira da Zona Leste foi extinta, sendo fundada a Barra Funda Estação Primeira pelo presidente Biel Carioca. Com o novo nome, a Barra Funda tornou-se campeã do Grupo de Acesso da LIESV de 2006, com o enredo “Todo Mundo Só Pensa Naquilo... Viva o Festival da Baixaria! E Fechem os Olhos das Criancinhas!...”, de autoria de Raphael Soares. No entanto, por força de um erro administrativo, a escola não se recadastrou e acabou forçada a desfilar mais um ano no Grupo de Acesso, em 2007.
 
Com uma nova presidente, Jéssica Araújo, carnaval de Ewerton Fintelman e Luis Butti e enredo de Theo Valter, a escola apresentou no acesso de 2007 o enredo “Barra Funda Entrando Numa Fria”, ficando entre as últimas colocadas.
 
Em 2008, a escola apresentaria o enredo “Era uma Vez...”, mas acabou desistindo do desfile porque seu carnavalesco, Eduardo Camilo, não entregou os desenhos. Em 2009, por força do apelo popular, a escola se apresentou como bloco, sem entrar na disputa, abrindo o segundo dia de desfiles do Grupo Especial com o enredo “Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa!”.
 
A Barra Funda voltou a ser escola em 2010, conseguindo sua vaga para o Grupo de Acesso com um segundo lugar no Grupo de Avaliação com o enredo “Pagode Russo”, do atual presidente João Marcos, e carnaval de Lucas Vagner. Após um desfile mal-sucedido em 2011, em que amargou a última colocação no Acesso, a escola retornou apenas em 2020.

Ano

Enredo

Colocação

2020 Contra Preta Gil, a Barra Funda Avisa: está na Hora de Passar Álcool na Mão -º (Acesso)
2011 Você tá com Inveja das Minhas Bolas? 10º (Acesso)
2010 Pagode Russo 2º (CAESV)
2008 Era uma Vez...

não desfilou

2007 Entrando numa Fria

8º (Acesso)

2006 Todo Mundo Só Pensa Naquilo... Viva o Festival da Baixaria! E Fechem os Olhos das Criancinhas! 1º (Acesso)

SINOPSE ENREDO 2020

Contra Preta Gil, a Barra Funda Avisa: está na Hora de Passar Álcool na Mão

A cena é simples: um casamento. Cantando para alegrar as pessoas, estava Preta Gil.
 
Mal sabiam os noivos, a cantora heroína e os convidados, que o mal se avizinhava – vindo de terras distante, um vilão estava chegando para trazer o mal para a população.

E aí uma grande batalha se realizou. Foram muitas guerras e lutas, cheias de bandidos escrotos, falsos mitos e situações surreais.

Em determinado momento, nada mais fazia sentido.

Só que foi descoberta a criptonita contra o grande vilão.

SIM, ERA O ÁLCOOL GEL.

Preta Gil, então, a grande heroína, sai de sua casa para levar álcool gel para o povo, distribuindo o antídoto contra o grande mal.

E é bom usar, caso contrário, aquela dancinha dos memes pode aparecer.